4 previsões de especialistas para o mercado jurídico de 2020

A empresa de software jurídico Aderant reuniu recentemente previsões de especialistas para o mercado jurídico de 2020. Compartilhei algumas delas em textos anteriores (confira AQUI e AQUI). Embora os prognósticos sejam, em sua maioria, relacionadas à realidade estadunidense, muitas das tecnologias referidas pelos profissionais já estão sendo adotadas por lawtechs e legaltechs brasileiras.

4 previsões de especialistas para o mercado jurídico de 2020

Confira, então, quatro previsões de especialistas para o mercado jurídico de 2020:

1. Escritórios de advocacia vão assumir liderança em inovação

Os escritórios de advocacia sabem que precisam adotar mudanças, mas remam contra a maré quando o assunto é inovação. Conforme Camile Stell, advogada da Lawyers Mutual Consulting, 2020 será o ano em que os advogados realmente incentivarão a mudança em seus escritórios, seja adotando novas ferramentas, seja aderindo a novas práticas. Em síntese, serão estes os escritórios de advocacia que prosperarão.

previsões de especialistas 01

2. Advogados colherão os benefícios da ‘experiência adaptativa’ (adaptive experience)

À medida que a inteligência artificial e o machine learning avançam, novas oportunidades se abrem para incrementar produtos e serviços jurídicos. Para Deane S. Price, CEO da Aderant, os algoritmos serão capazes de antecipar cenários aos advogados, oferecendo recomendações para uma atuação mais segura e qualificada, além de mudanças de curso quando necessário, o que Price denomina ‘experiência adaptativa’.

previsões de especialistas 02

3. Escritórios de advocacia começarão a simplificar a tecnologia

De acordo com Sheila M. Blackford, integrante do Professional Liabiliy Fund, os escritórios simplificarão a tecnologia em seus escritórios. Conforme ela, correr atrás da tecnologia desperdiça dois recursos importantes: tempo e dinheiro. Sendo assim, na visão da especialista, em 2020 os advogados começarão a entender que de nada adianta implementar soluções tecnológicas para problemas que o escritório não possui.

previsões de especialistas 03

4. Escritórios de advocacia passarão a adotar novas formas de cobrança de honorários

Muitos advogados começaram a cobrar honorários com base no desempenho ou no valor efetivamente gerado para os clientes. É, aliás, a avaliação do estrategista jurídico Patrick Johansen. Embora as taxas de faturamento tradicionais (por hora trabalhada ou por contrato fechado) continuarão impulsionando o crescimento de escritórios em 2020, a tendência é que cada vez mais profissionais adotem novos formato de cobrança.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito e tecnologia, incluindo novas previsões de especialistas?

Siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Profissões do futuro: tecnólogos jurídicos e engenheiros de conhecimento jurídico

Próximo

Como Singapura está se tornando o maior centro de tecnologia jurídica do mundo