Como as metodologias ágeis ajudam os escritórios de advocacia

As metodologias ágeis vêm ganhando espaço como alternativas aos modelos tradicionais de gestão de tarefas. Empresas já utilizam métodos como Scrum, Kanban e Lean para aumentar a produtividade e o alinhamento entre as equipes. E, agora, as legaltechs também estão se inspirando nessas metodologias para desenvolver suas plataformas.

No texto de hoje vou apresentar uma ferramenta criada a partir do Kanban, método cujas origens remontam aos anos 60. O conceito, que significa, em japonês, “cartão” ou “sinalização”, foi idealizado pela fabricante japonesa de automóveis Toyota, com objetivo de organizar a linha de produção dos automóveis e agilizar a entrega de novas peças.

Metodologias ágeis nos escritórios de advocacia

A Lawgile, que já tive a oportunidade de entrevistar aqui, desenvolveu sua plataforma com inspiração no método Kanban. A legaltech tem como objetivo ajudar os escritórios de advocacia a gerenciar times e tarefas jurídicas. Dentro do sistema, advogados conseguem alinhar a comunicação, criar tarefas rapidamente e organizar tudo em colunas.

Veja, então, um passo a passo detalhado para usar o sistema da Lawgile:

Em primeiro lugar, acesse app.lawgile.com.br e faça o login. O sistema apresentará um dashboard com cinco colunas:

metodologias ágeis 01

Em segundo lugar, clique no botão Criar nova tarefa, no canto superior direito, e descreva a tarefa e o prazo para conclusão:

metodologias ágeis 02

3. Após criar as tarefas, em síntese, você verá todas elas na primeira coluna (A fazer), em formato de cartões:

metodologias ágeis 03

4. Arraste os cartões para as colunas seguintes, à medida que avançar na execução das tarefas:

5. Ao colocar o cartão na última coluna (Recém-finalizadas), em suma, a ferramenta riscará a tarefa automaticamente:

É justamente a simplicidade do método Kanban, aliás, no qual a Lawgile se inspirou para desenvolver sua ferramenta, que o torna poderoso. A plataforma não exige conhecimento prévio sobre metodologias ágeis, tampouco maiores esforços na configuração. Compare seu desempenho antes e depois de começar a usar a ferramenta.


Enfim, quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me, então, no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Advogadas usam animação 3D no júri, e cliente preso volta para casa

Próximo

4 legaltechs brasileiras que estão investindo na jurimetria