Como as universidades dos EUA estão preparando seus alunos para o Direito 4.0

Universidades ao redor do mundo estão investindo recursos em soluções tecnológicas para garantir que os(as) advogados(as) consigam persistir no competitivo mercado jurídico do futuro. Nos Estados Unidos, ao menos 10% das faculdades de Direito já ensinam noções de inteligência artificial aos seus alunos. Especialistas acreditam que o número deve aumentar em 2020, como forma de lidar com o Direito 4.0.

Preparando os alunos para o Direito 4.0

Hoje compartilho iniciativas de três faculdades de Direito estadunidenses, que não estão medindo esforços em preparar seus alunos para o que está por vir. Em resumo, são elas: (1) Northwestern University Pritzker School of Law (Chicago, IL); (2) Michigan State University College of Law (East Lansing, MI); e (3) Cleveland–Marshall College of Law (Cleveland, OH). Sendo assim, confira mais detalhes das iniciativas a seguir:

1. Northwestern University Pritzker School of Law

Empolgados com o potencial das novas tecnologias, professores da Northwestern University Pritzker School of Law criaram recentemente o TEaCH Law Hub, um novo conceito de sala de aula que integra telas sensíveis ao toque e ferramentas de videoconferência. Em suma, o objetivo é integrar a tecnologia na educação jurídica para aumentar a “fluência tecnológica” dos estudantes e melhor prepará-los para o futuro.

  • Enfim, clique AQUI para saber mais sobre o hub.

É provável que você goste:

Universidades dos EUA apostam em novas metodologias para lidar com o Direito 4.0

2. Michigan State University College of Law

Como forma de acompanhar as tendências do mercado jurídico, a Michigan State University College of Law lançou um centro de pesquisa jurídica focado em inovação, que oferece cursos de inteligência artificial, empreendedorismo jurídico e blockchain. Só para ilustrar: o Legal RnD parte do pressuposto de que a inovação por meio de pesquisa e desenvolvimento jurídico contribui para democratizar a justiça.

  • Enfim, clique AQUI para saber mais sobre o centro de pesquisa.

3. Cleveland–Marshall College of Law

Professores da Cleveland–Marshall College of Law lançaram, em 2016, o centro de tecnologia C|M|LAW Tech. Considerado atualmente líder nacional em segurança cibernética, o centro adota uma abordagem que integra Direito, negócios e tecnologia. Em resumo, a finalidade é identificar e abordar questões relacionadas a riscos cibernéticos, além de gestão cibernética por meio de educação, treinamento e pesquisa aplicada.

  • Enfim, clique AQUI para saber mais sobre o centro de tecnologia.

Aliás, você já conhecia alguma das iniciativas?

Deixe seu comentário abaixo!


Quer estar por dentro de tudo que envolve as novas metodologias adotadas por universidades mundo afora?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

3 livros sobre inteligência artificial e Direito para ler em 2020

Próximo

Resistir às novas tecnologias não é exclusividade dos advogados brasileiros