Como saber se alguém abriu uma conta no meu nome?

Compartilhe este conteúdo

Descobrir que alguém abriu uma conta bancária no seu nome para fazer transações e solicitar empréstimos não é uma experiência agradável. A verdade é que muitos bancos não tomam as devidas cautelas de segurança e permitem que criminosos criem contas em nome de pessoas de diferentes partes do país, mesmo com documentos vencidos.

Mas existe uma forma rápida e prática de saber todas as contas bancárias que foram criadas com o seu nome e CPF ao longo dos anos. Neste artigo eu explico como fazer:

1. Acesse o site do Registrato

conta no meu nome 01

O Registrato é um recurso disponibilizado pelo Banco Central do Brasil (BACEN) que fornece dados e informações sobre a vida financeira. Com ele, você poderá consultar seus empréstimos, bancos onde possui conta, chaves Pix, operações de câmbio realizadas e mais.

Para acessar, em síntese, clique AQUI.

2. Consulte se existem contas no seu nome

abriu uma conta 01

Após entrar no site e fazer o login, vá para Contas e Relacionamentos e, em seguida, clique no botão Consultar.

É provável que você goste:

Animações 3D: o que você precisa saber sobre elas

3. Solicite o relatório

abriu uma conta 02

Assinale a opção Aceito os termos de ciência e responsabilidade e, então, clique em Gerar relatório.

4. Leia o documento

Emita o relatório em PDF contendo todas as informações sobre as contas criadas em seu nome e CPF. Além disso, você poderá imprimir na íntegra, caso deseje apresentar extrajudicial ou judicialmente depois.

E se detectar que alguém abriu uma conta no meu nome?

Se identificar uma ou mais contas que jamais foram criadas por você, entre imediatamente em contato com a agência bancária, explique que você não é o titular e solicite o imediato cancelamento da conta.

É possível que os criminosos tenham utilizado as contas bancárias para fins diversos, o que poderá acarretar prejuízos materiais e morais para você no futuro. Se isso ocorrer, em suma, procure um especialista para orientá-lo(a) a tomar as devidas providências para reparar os danos causados.


Enfim, quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me, então, no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Bernardo de Azevedo

Advogado. Doutorando em Direito (UNISINOS). Mestre em Ciências Criminais (PUCRS). Especialista em Computação Forense e Segurança da Informação (IPOG). Professor dos Cursos de Pós-Graduação em Direito da Universidade FEEVALE e da Universidade de Caxias do Sul (UCS).
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?