Como será a rotina dos escritórios de advocacia no mundo pós-pandemia

Muitos se questionam como será a rotina dos escritórios de advocacia no mundo pós-pandemia. Recente relatório divulgado pela empresa de tecnologia NetDocuments sugeriu ser improvável que os funcionários das empresas – incluindo os escritórios de advocacia – voltem a trabalhar de forma presencial, cinco dias por semana, como faziam antes da crise.

A rotina dos escritórios de advocacia no mundo pós-pandemia

Opções como o home office já vinham sendo adotadas mesmo antes da crise, mas nada comparado ao que experimentamos nos dias de hoje. O trabalho remoto se tornou a nova norma para empresas e organizações em todo mundo. Ele realçou o papel vital da tecnologia para a execução das atividades e para que os serviços continuem sendo prestados.

De acordo com o report Thriving In a Post-2020 Workplace, videoconferências, escritórios com tamanho reduzido, trabalho híbrido e aprendizagem online integrarão a rotina dos escritórios de advocacia no mundo pós-pandemia. O relatório sugere que a nova experiência de trabalho tornou claro que o “trabalho remoto não estão indo a lugar algum”.

O report baseia parte de suas conclusões na pesquisa COVID-19 Trilemma Tradeoffs, da IBM. Esse levantamento verificou que a pandemia aumentou o desejo de trabalhar remotamente. Em síntese, 83% dos participantes da pesquisa responderam que gostariam de continuar trabalhando em casa, em alguma atividade, após o término do lockdown:

rotina dos escritórios de advocacia 01

É provável que você goste:

Pandemia poderá tornar os sistemas de justiça mais acessíveis, transparentes e eficientes

A pandemia vem oferecendo muitos aprendizados

Empresas e organizações sempre resistiram ao trabalho remoto. Perda de produtividade, comunicação deficiente e qualidade de trabalho reduzida eram os principais argumentos empregados antes da pandemia para refutar o modelo de trabalho a distância. Mas o cenário mudou em março de 2020 e, desde então, os aprendizados têm sido muitos:

A realidade é que as pessoas viram os benefícios do trabalho remoto e, particularmente, o potencial de melhoria do equilíbrio entre vida pessoal e profissional através de ambientes de trabalho híbridos. – Thriving In a Post-2020 Workplace

O relatório não é radical a ponto de sugerir que, no mundo pós-pandemia, os escritórios atuarão exclusivamente no modelo remoto. Mas a exigência de que os funcionários estejam cinco dias por semana no ambiente do escritório – prática comum antes da pandemia –, agora não faz mais sentido. Estamos caminhando para um modelo híbrido de trabalho.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me, então, no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Pandemia poderá tornar os sistemas de justiça mais acessíveis, transparentes e eficientes

Próximo

STF cria comitê de proteção de dados para se adequar à LGPD