Conheça 4 juízes brasileiros que estão usando Visual Law

Compartilhe este conteúdo

Há poucos dias escrevi, neste site, um texto apresentando seis juízas brasileiras que já estão utilizando Visual Law. O post de hoje complementa a relação anterior, mas agora reunindo juízes que adotam tais técnicas em suas rotinas profissionais. Conheça os juízes brasileiros que estão ajudando a difundir o Visual Law no Brasil:

1. Marco Bruno Miranda Clementino

O magistrado, da 6ª Vara Federal da Justiça Federal do Rio Grande do Norte (JFRN), foi pioneiro na utilização de Visual Law no Poder Judiciário. Em suma, o juiz elaborou um mandado de citação e intimação de penhora com recursos visuais. O documento reúne, só para ilustrar, ícones e um QR Code para facilitar a compreensão do destinatário:

juízes 01

2. Elder Muniz de Carvalho Souza

O juiz, da 2ª Vara Criminal de Petrolina (PE), elaborou recentemente um guia informativo para audiências virtuais. O documento, que combina ícones, imagens e um QR Code, esclarece o funcionamento da audiência de suspensão condicional do processo (sursis processual). O material, aliás, foi elaborado pelo próprio magistrado:

juízes 02

É provável que você goste:

Juiz usa recursos gráficos em resumo de sentença; desembargador elogia

3. Francisco de Assis Barbosa Júnior

O magistrado, da 2ª Vara do Trabalho de Campina Grande (PB), está aplicando técnicas de Visual Law em resumos de sentenças. O documento busca facilitar a compreensão das partes sobre a decisão, sintetizando os principais pontos. A iniciativa faz parte do projeto Design TRT, idealizado pelo próprio juiz e lançado em maio deste ano:

4. Paulo Henrique Tavares da Silva

O juiz, da 5ª Vara do Trabalho de João Pessoa (PB), está usando Visual Law em resumos de sentenças. O julgador teve como inspiração o projeto Design TRT, lançado por seu colega paraibano. À semelhança do modelo anterior, em suma, o documento tem como objetivo facilitar a compreensão das partes sobre o que foi decidido na sentença:

Além dos juízes brasileiros, conheça magistradas brasileiras que já usam Visual Law.


Enfim, quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me, então, no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Bernardo de Azevedo

Advogado. Doutorando em Direito (UNISINOS). Mestre em Ciências Criminais (PUCRS). Especialista em Computação Forense e Segurança da Informação (IPOG). Professor dos Cursos de Pós-Graduação em Direito da Universidade FEEVALE e da Universidade de Caxias do Sul (UCS).
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?