Invenis ajuda escritórios e departamentos jurídicos na captura de novos processos nos tribunais

Continuo a série de entrevistas com (co)fundadores de lawtechs e legaltechs do Brasil. Mais de 30 startups já compartilharam suas experiências neste site. Nesta entrevista recebi a Invenis, uma plataforma que ajuda advogados na captura de novos processos nos tribunais brasileiros. Conversei com o Matheus Bombig, cofundador da startup, sobre o funcionamento e os planos para o futuro. Conheça, então, mais detalhes da Invenis:

Invenis 01

É provável que você goste:

Cálculo Jurídico é uma plataforma de cálculos online que elimina a dor de cabeça dos advogados

1. Em primeiro lugar, como surgiu a Invenis?

Eu e o Pedro Vicentini somos amigos de infância e por alguns anos tentamos empreender. Nenhuma ideia passou da fase de validação. No meio de 2014, depois de terminar um LLM na Columbia University, ele passou a trabalhar em um escritório de advocacia em Nova Iorque.

Vivenciando as possibilidades que a tecnologia poderia trazer para o mercado jurídico, imaginou que uma solução para a maçante e repetitiva tarefa de investigar se havia algum novo processo ajuizado contra alguns de seus clientes (algo que a maioria dos escritórios brasileiros fazem manualmente) poderia ser automatizada. Nessa época eu tinha acabado de pedir demissão da consultoria em que trabalhava, e comprei a ideia.

O próximo passo foi convidar outro amigo de infância, o Daniel Taparelli que sabia programar para saber se era possível colocar em prática tal hipótese. Um MVP foi feito, compartilhado com alguns escritórios e departamentos jurídicos. O produto foi tão bem aceito pelos primeiros usuários, que já no MVP eles queriam pagar para usar e pediram para aumentar a cobertura. Ou seja, uma dor foi identificada, uma hipótese de solução sugerida, essa hipótese foi levada ao mercado que não só gostou como aceitou pagar pelo produto: fechamos o ciclo!

2. Só para ilustrar: quais são os serviços oferecidos pela startup?

Em síntese, são eles:

  • Histórico processual: a partir de um CNPJ ou mix de filtros (classe, assunto, valor de causa, etc), baixamos e entregamos todos os processos já distribuídos nos tribunais;
  • Alerta de litígios (CNPJ/CPF): a partir de um CNPJ/CPF, alertamos diariamente sobre a distribuição de novos processos diretamente dos sites dos tribunais de justiça;
  • Alerta de litígios por filtros: a partir de filtros nos campos da capa do processo (classe, assunto, valor de causa, etc) alertamos sempre que um novo processo que atendam esses requisitos tenha sido distribuído (ex: Classe: Recuperação Judicial);

3. Em resumo, qual é o diferencial da Invenis em relação às demais startups que oferecem soluções similares?

  • Tecnologia própria, que inclui alerta por filtro nos campos da capa do processo;
  • Abrangência de tribunais;
  • Transparência (não vendemos nem prometemos o que a Invenis não entrega);
  • E principalmente: pronto atendimento ao cliente por vários canais.

4. Aliás, a Invenis em um Propósito Transformador Massivo (MTP)? Se sim, qual?

Onde os dados geram valor. Em resumo, queremos que tanto os escritórios quanto os departamentos jurídicos passem a ter acesso a dados que viabilizem tomadas de decisões estratégicas.

É provável que você goste:

ADVBOX ajuda escritórios de advocacia a se tornarem digitais

5. Em suma, quem são as pessoas por trás da startup?

Somos um time enxuto e dedicado! Quem não tem cabeça de dono não prospera! Investimos tempo em conversas e treinamentos semanais. Somos focados em atender o cliente. Até hoje a Invenis é formada pelos 3 fundadores:

  • Daniel Taparelli: Engenheiro Mecatrônico pela USP, foi trainee da área de tecnologia do Itau Unibanco, fundador de algumas stratups;
  • Matheus Bombig: Engenheiro Mecânico pela UNICAMP, atuou em consultoria estratégica por 6 anos, Cofundou e é atualmente conselheiro da AB2L e Curador de Legal/Law da SPTechWeek nos ultimos 2 anos;
  • Pedro Vicentini: Advogado pela PUC-SP, LLM na Columbia University, passagem pelo Dentons em Nova Iorque e atual sócio do GVBG Advogados;

6. Enfim, quais são os planos da Invenis para os próximos anos?

Estamos em fase final de testes do serviço de acompanhamento das movimentações de um processo. Nas próximas semanas passaremos a oferecer o teste para nossos clientes e em breve passaremos a comercializar. Além disso, estamos testando uma ferramenta de análise preditiva, que disponibiliza as porcentagens de sentenças julgadas como procedente ou improcedente baseada em características do processo como classe, assunto, comarca.

Assim fica fácil decidir se o melhor caminho é negociar um acordo ou litigar em uma ação que acabou de ser distribuída já que se tem dados históricos de como ela costuma ser julgada. Em suma, o objetivo é conectar todas as etapas: ter o acervo de todos os processos existentes, ficar sabendo logo na distribuição dos novos processos e já conseguir tomar uma decisão baseado em uma análise preditiva, e passar a acompanhar a movimentação desse processo.


Aliás, você já conhecia a Invenis?

Deixe seu comentário abaixo!


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Magistrados chineses estão usando inteligência artificial em audiências criminais

Próximo

Como a inteligência artificial vai transformar a prática jurídica em 2020