Júri do caso Kiss terá animação 3D e tour virtual 360º

Compartilhe este conteúdo

O julgamento do caso Kiss começa nesta quarta-feira (01), oito anos após o trágico incêndio que matou 242 pessoas em Santa Maria (RS). O júri, que será realizado em Porto Alegre (RS), contará com recursos visuais para facilitar a compreensão dos jurados. Tanto a acusação quanto a defesa de um dos réus vão usar animações 3D durante o julgamento.

Animação 3D no caso Kiss

A boate Kiss foi reconstruída digitalmente, para oferecer aos jurados um olhar mais amplo sobre o incêndio. O Ministério Público do Rio Grande do Sul (RS) participou de uma coletiva de imprensa sobre o caso e antecipou frames da animação que exibirá em plenário. Veja, em síntese, mais detalhes da técnica, apresentada a partir da 01h e 07min:

É provável que você goste:

Veja como a qualidade da animação 3D evoluiu desde o caso Nardoni

Tour virtual 360º da boate

A defesa de Elissandro Spohr (Kiko) também usará animação 3D durante o plenário. Em coletiva de imprensa na última sexta-feira (26), o advogado de Kiko, Jader Marques, apresentou um tour virtual da boate, comparando os ambientes internos em dois momentos, em 2009, quando o empresário a adquiriu, e em 2013, após a realização de obras.

De acordo com Jader Marques,

A tecnologia 3D ajudará a defesa a remontar a planta da boate Kiss aprovada pelos bombeiros, o que será muito importante na comparação com a planta da boate na data do incêndio. A participação da View 3D Studio vai permitir que os jurados vejam como eram as duas versões da casa, inclusive fazendo um tour por dentro da boate.

Confira, aliás, alguns frames da animação 3D que a defesa apresentará em plenário, a partir dos 15min e 18seg:

É provável que você goste:

Fotorrealismo leva a produção de prova judicial ao próximo nível

Tecnologia e recursos visuais ganham cada vez mais espaço entre os profissionais do Direito. Em suma, estamos caminhando para uma nova era na comunicação jurídica, na qual advogados e promotores de Justiça se valem de novas técnicas para expor melhor suas teses jurídicas e capturar a atenção dos destinatários, sejam magistrados, sejam jurados.


Enfim, quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me, então, no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Bernardo de Azevedo

Advogado. Doutorando em Direito (UNISINOS). Mestre em Ciências Criminais (PUCRS). Especialista em Computação Forense e Segurança da Informação (IPOG). Professor dos Cursos de Pós-Graduação em Direito da Universidade FEEVALE e da Universidade de Caxias do Sul (UCS).
Rolar para cima
× Como posso te ajudar?