Legal analytics é o futuro da advocacia, sugere especialista

Em recente artigo publicado no Law.com, o chefe de análise jurídica da LexisNexis, Josh Becker, sugeriu que o legal analytics é o futuro da advocacia. Para o especialista, que está à frente da Lex Machina – divisão da LexisNexis que desenvolve softwares de análise jurídica –, no futuro nenhuma decisão jurídica ou orientação estratégica será feita sem dados.

A análise jurídica é o futuro, e é hora de embarcar. – Josh Becker

Legal analytics é o futuro da advocacia

O legal analytics abrange, em síntese, o conjunto de técnicas que permitem análises jurídicas baseadas em dados, para facilitar o processo de tomada de decisões. No Brasil, o termo é muitas vezes associado à jurimetria – disciplina que aplica metodologia estatística ao estudo do Direito –, como se sinônimos fossem, embora nem todos concordem com a associação.

legal analytics 01
Para Josh Becker, a análise jurídica é o futuro

É provável que você goste:

Por que os escritórios de advocacia estão investindo em legal analytics

De acordo com Becker, o legal analytics já era importante antes da pandemia, mas, agora, teve sua relevância aumentada. À medida que  empresas fecham suas portas ou operam em capacidade reduzida em meio à crise, escritórios de advocacia devem fornecer orientações jurídicas cada vez mais assertivas. Afinal, é o futuro de seus clientes que está em jogo.

Advocacia analítica

As empresas precisam entender as consequências de suas ações ou omissões, sob pena de não conseguirem se manter no mercado. Sendo assim, a tendência é que demandem dos escritórios de advocacia não apenas pareces técnicos, mas também análises baseadas em dados. Para o presidente da Lex Machina, portanto, a advocacia será cada vez mais analítica.

Josh Becker refere que o papel dos escritórios de advocacia está mudando. Mais do que identificar os problemas, é preciso fornecer soluções eficazes. E os dados representam uma grande parte dessas soluções. O chefe de análise jurídica da LexisNexis está convencido de que a pandemia acelerará a adoção de legal analytics pelos escritórios de advocacia:

Prevejo que veremos o setor jurídico mudar de mentalidade e começar a adotar o legal analytics de braços abertos. – Josh Becker


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

TJBA cria laboratório de inovação para melhorar a prestação jurisdicional

Próximo

Trabalho remoto não é o futuro da advocacia, sugere futurista