Lexly é uma plataforma para criar contratos inteligentes online

Continuo a série de entrevistas com (co)fundadores de lawtechs legaltechs brasileiras. Hoje vamos conhecer a Lexly, uma plataforma para criar contratos inteligentes online. Conversei com a Juliana Barbiero, CEO da LexlyBrasil, sobre a startup, as principais soluções oferecidas, o propósito e os planos para o futuro. Confira, então, mais detalhes da entrevista:

lexly 01

1. Em primeiro lugar, como surgiu a Lexly?

A Lexly é uma empresa Sueca, que surgiu há mais de 15 anos, quando nosso fundador identificou a necessidade de facilitar o trabalho de advogados e o acesso ao direito para as pessoas em geral. Nesse processo ele identificou vários pontos no relacionamento advogado e cliente que poderiam ser melhorados e desde então vem desenvolvendo a plataforma na Europa. No início de 2020, em contato com a Webrock Ventures, um fundo de investimentos especializado em trazer negócios da Suécia para o Brasil, decidiram fazer uma joint venture e assim surgiu a Lexly Brasil. Lançamos oficialmente nosso produto em Outubro de 2020 e seguimos desenvolvendo a plataforma para nosso mercado.

2. Só para ilustrar: quais são as soluções oferecidas pela startup?

Temos um plano de longo prazo para o Brasil e a cada trimestre novas soluções serão lançadas para atingirmos nossa missão; que é facilitar o acesso ao direito a todos os cidadãos brasileiros e melhorar o relacionamento entre advogados e clientes, com mais transparência, comunicação efetiva e eficiência. 

Nessa primeira fase, lançamos duas soluções. Na primeira, oferecemos uma plataforma para criar contratos inteligentes online por meio do site (clique AQUI). O usuário acessa nossa plataforma e responde um questionário dinâmico para que o sistema entenda a situação e crie um documento personalizado. Utilizamos tecnologias avançadas de machine learning e inteligência artificial para propor soluções a nossos clientes.

Além disso, lançamos agora em novembro a Rede de Advogados Lexly por meio do site (clique AQUI), um serviço gratuito para advogados divulgarem seu trabalho de maneira ética e alinhada aos preceitos da OAB, em que direcionamos potenciais clientes para poderem escolher um advogado verificado, quando identificamos que sua situação não pode ser resolvida sem o acompanhamento de um profissional especializado.

Há, além disso, o Lexly Academy, que oferece conteúdos gratuitos para advogados focados em melhorar a gestão e relacionamento com clientes.

3. Qual é o diferencial de vocês em relação às demais startups que oferecem soluções similares?

Em primeiro lugar, acredito que a larga experiência que temos em outros mercados nos dá uma vantagem competitiva, pois já implementamos nosso modelo de negócios em vários países e esse aprendizado e experiência está sendo aplicado aqui no Brasil, o que nos dá muito mais agilidade.

Para nossos clientes, oferecemos soluções customizadas, que vão muito além de templates ou modelos de contrato na internet, com uma equipe especializada para dar suporte para todos os usuários na criação de seus documentos. Por meio desse suporte, disponível por telefone 0800, WhatsApp ou e-mail, nossa equipe fornece informações confiáveis para que o cliente saiba o que precisa fazer para resolver sua questão.

Para advogados, oferecemos a possibilidade de serem encontrados por potenciais clientes em busca de uma solução efetiva para sua situação com ferramentas inteligentes que facilitam o relacionamento e trazem mais eficiência na prestação de serviços advocatícios.

4. A startup, aliás, tem um propósito transformador massivo (MTP)? Se sim, qual?

Sim, nosso propósito pode ser resumido pela frase “Make Law Easy”, ou “A Lei ao Seu Alcance”. E vamos atingir esse propósito transformando a maneira como todas as pessoas lidam com o direito, sejam eles clientes ou advogados.

Em nossas pesquisas realizadas com usuários de serviços jurídicos bem como com advogados, sentimos que há dores em comum que podem ser efetivamente transformadas por meio da tecnologia.

Seja um cliente que sente falhas na comunicação com seu advogado ou tem dificuldade em entender como a justiça funciona; seja na dificuldade de advogados conquistarem novos clientes e fazerem a gestão de suas causas; queremos que ambos trabalhem de maneira integrada para criarem relacionamentos duradouros baseados em transparência, confiança e eficiência.

É provável que você goste:

Atlas.IA usa inteligência artificial para identificar demandas repetitivas nos tribunais

5. Quem são as pessoas por trás da Lexly?

Hoje lidero a iniciativa aqui no Brasil, mas temos uma equipe multidisciplinar trabalhando para o desenvolvimento da Lexly no país, com funcionários aqui no Brasil bem como suporte de nossa equipe presente na Suécia.

Recebo uma apoio enorme de nosso CEO Global, Magnus Stein e toda a equipe Lexly ao redor do mundo, que compartilha seu conhecimento e experiência todos os dias, além do suporte do time da WebRock Ventures, que nos apoia com uma metodologia proprietária de desenvolvimento de novos negócios. Esse setup me dá uma segurança enorme pois tenho pessoas extremamente experientes nesse ramo me apoiando, bem como uma equipe especializada no desenvolvimento e expansão de startups no Brasil.

6. Enfim, quais são os planos para os próximos anos?

A cada trimestre lançaremos novas soluções aqui no Brasil. Alguns dos próximos lançamentos são: o nosso sistema de CRM desenvolvido especialmente para advogados; a plataforma de pagamentos para advogados cobrarem seus honorários de maneira online; e um sistema de gestão e criação de documentos para pequenas empresas.

Esperamos em alguns anos ver a transformação do segmento, com cada vez mais pessoas formalizando suas relações para ter segurança jurídica, transformando a maneira como as pessoas lidam com o direito, com mais foco na atuação preventiva e menor judicialização de questões que poderiam ser resolvidas de maneira consensual se todos tivessem acesso a informação correta.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

TJCE está automatizando a inclusão de processos em pautas de julgamento

Próximo

Maria da Penha Virtual busca agilizar pedidos de medidas protetivas de urgência