Mark Cohen: a pandemia é a oportunidade perfeita para reinventar o ensino jurídico

Em recente artigo publicado na Forbes, Mark Cohen afirmou que a pandemia é a oportunidade perfeita para reinventar o ensino jurídico. Conforme o consultor e fundador da Legal Mosaic, em vez de tentarmos modernizar as faculdades de Direito tradicionais, devemos aproveitar o novo contexto para criar e/ou reutilizar metologias de aprendizagem.

A visão de Mark Cohen

Mark assinala que as faculdades de Direito sempre resistiram ao ensino online, mas agora, por conta da pandemia, tiveram de migrar suas salas de aulas presenciais para o mundo virtual. Essa transição, aliás, não apenas revelou o despreparo das instituições de ensino para o futuro, como pavimentou o caminho para novos modelos de aprendizagem.

Embora o futuro do ensino jurídico esteja sendo construído nesse exato momento, Cohen sugere que as faculdades adotem métodos como salas de aulas invertidas (flipped classrooms), “microcredenciamento” (micro-credentialing), aprendizagem adaptativa personalizada (personalized adaptive learning) e master classes online com grandes líderes.

Sala de aula invertida

O conceito de sala de aula invertida vem adquirindo relevância nos últimos anos. Nele, em síntese, os estudantes aprendem a matéria previamente em suas casas, para, ao entrarem em sala de aula, melhor aproveitarem o tempo. Já o professor assume mais uma postura de facilitador (ou mediador) do que propriamente um expositor de conteúdos.

Microcredenciamento

Já o microcredenciamento envolve a obtenção de minidiplomas em áreas específicas. Essas certificações, aliás, são cada vez mais comuns no universo da aprendizagem online, sendo oferecidas por plataformas como edX e Coursera. Com os MOOCs (Massive Open Online Courses), alunos desenvolvem habilidades em diversos campos do conhecimento.

Aprendizagem adaptativa personalizada

O conceito combina elementos da aprendizagem adaptativa e da aprendizagem personalizada. Por meio de plataformas interativas, a aprendizagem adaptativa personalizada busca atender às necessidades e aspirações individuais dos estudantes, sugerindo-os conteúdos ou aspectos que podem ser aprimorados, conforme suas necessidades específicas.

Mark Cohen 01
O futuro do ensino jurídico está sendo construído agora

É provável que você goste:

Como será o ensino jurídico no pós-pandemia?

Masterclass online

Masterclasses são termos conhecidos no campo da educação executiva. Em resumo, são aulas ministradas por profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação ou valorizados por terem desenvolvidos produtos ou serviços inovadores. Cohen sugere as masterclasses sejam ministradas por líderes de pensamento, para incentivar os alunos a alçarem voos altos.

A oportunidade perfeita para reinventar o ensino jurídico

De fato, as metodologias referidas não são novas e algumas remontam à década de 90. Mas Cohen acredita que é mais fácil implementá-las do que tentar modernizar as faculdades de Direito e mudar a cultura de seus gestores. O consultor jurídico está convencido, enfim, de que a pandemia é a oportunidade perfeita para reinventar o ensino jurídico:

É um novo amanhecer para a educação jurídica, que prenuncia um dia melhor para estudantes, profissionais do Direito, clientes, quem precisa de serviços jurídicos e a sociedade. As faculdades de direito têm pouco tempo para melhorarem suas notas ruins. – Mark Cohen


Imagem principal: Digital Legal Exchance


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Conheça iJuspLab, o laboratório de inovação da JFSP

Próximo

Devemos levar a realidade virtual para os tribunais?