O que os especialistas estão dizendo sobre o mercado jurídico de 2020

A empresa Aderant, que fornece soluções de software para escritórios de advocacia no mundo todo, reuniu previsões de renomados especialistas para o mercado jurídico de 2020. Embora os prognósticos sejam, em sua maioria, relacionados à realidade estaduniense, muitas das tecnologias mencionadas pelos profissionais convidados pela Aderant já estão sendo utilizadas por lawtechs legaltechs brasileiras.

O que os especialistas estão dizendo sobre o mercado jurídico de 2020

Sendo assim, confira as previsões de especialistas na área jurídica:

1. O mercado de análise preditiva começará a esquentar

De acordo com Jean O’Grady, profissional com mais de 30 anos de experiência em estratégias para escritórios de advocacia, o mercado de análise preditiva começará a esquentar em 2020. Conforme a especialista, será iniciada uma grande onda a partir do ano que vem, na qual lawtechs e legaltechs desenvolverão soluções capazes de oferecer análise com previsões equilibradas e planejamento de cenários.

mercado jurídico de 2020 01

2. Os assistentes virtuais e ferramentas de automação ganharão força

Conforme Jim Calloway, especialista em tecnologia jurídica e diretor do Oklahoma Bar Association’s Management Assistance Program, assistentes virtuais e ferramentas de automação em escritórios de advocacia ganharão mais força em 2020. Para ele, as ferramentas de automação serão amplamente utilizadas em atividades cotidianas dos escritórios de advocacia, como agendamento de consultas de clientes.

mercado jurídico de 2020 02

É provável que você goste:

Como serão os escritórios de advocacia do futuro?

3. A inteligência artificial impulsionará novas soluções jurídicas

Em 2020, os sistemas de inteligência artificial começarão a gerar soluções inteiramente novas para os problemas jurídicos existentes. É a avaliação de Warren Agin, diretor de estratégia e soluções digitais na Elevate Services. De acordo com Agin, os escritórios e departamentos jurídicos passarão a entender como os métodos de machine learning permitem melhor as estratégias usadas para satisfazer as necessidades dos clientes.

mercado jurídico de 2020 03

4. Os investimentos em tecnologias jurídicas atingirão novos patamares

De acordo com Neil Squillante, fundador e editor do TechnoLawyer, os investimentos em tecnologias jurídicas atingirão novos patamares em 2020. Investidores-anjo apostarão suas fichas em startups jurídicas, incentivando o desenvolvimento de produtos especializados e com potencial de causar disrupção no mercado jurídico. Consultores jurídicos especializados em tecnologia deverão ganhar espaço no cenário.

5. Movimentos em prol da liberalização dos serviços jurídicos serão intensificados

Em 2020, ativistas pressionarão as associações profissionais de advogados para revisar e renovar as regulamentações existentes. É a previsão de Laurence Colletti, coordenador do podcast jurídico On The Road. Conforme ele, movimentos em prol da liberalização do serviços jurídicos serão intensificados, de modo a autorizar não advogados a também prestar serviços jurídicos, seguindo o modelo britânico ABS.

É provável que você goste:

A liberalização dos serviços jurídicos será uma realidade no Brasil?


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

5 livros não jurídicos para entender o futuro do Direito

Próximo

4 previsões para o mercado jurídico de 2020