O que os juízes pensam sobre elementos visuais em petições?

Foi publicado hoje o relatório final do grupo de pesquisa VisuLaw, intitulado Elementos visuais em petições na visão da magistratura federal. O material, fruto do conjunto de esforços de mais de 100 pesquisadores, coordenados por mim, abrange o olhar dos juízes e juízas federais em relação ao uso de técnicas de Visual Law em peças processuais.

O relatório, diagramado pelo Villa – Visual Law Studio, é iniciado por um foreword, no qual apresento brevemente os motivos que levaram a iniciar a pesquisa, em fevereiro de 2020. Em seguida expomos a metodologia adotada no levantamento (survey) e a maneira como os magistrados e magistradas federais receberam os questionamentos.

Pesquisa sobre elementos visuais em petições

Unidades judiciárias de todos os estados participaram da pesquisa, sendo um total de 147 respostas coletadas. Conduzimos a pesquisa entre os meses de maio e novembro de 2020. Em suma, dedicamos os meses de janeiro e fevereiro de 2021 à organização e redação do relatório, enquanto o mês de março se ocupou da diagramação do material.

Foi publicado hoje o relatório final do grupo de pesquisa VisuLaw

É provável que você goste:

Elementos visuais em petições serão objeto de estudo de pesquisadores

Eis alguns dos questionamentos que direcionamos aos magistrados e magistradas federais: qual é atualmente o maior problema nas petições? O que torna uma petição mais agradável para a leitura e análise? Além disso, quais dos elementos visuais não são bem vistos em petições? O uso de elementos visuais facilita ou dificulta a análise da petição?

Apresentamos também três modelos de petição aos juízes e juízas federais, sendo o primeiro modelo (A) sem recursos visuais, o segundo (B) com alguns elementos e o terceiro (C) com muitos recursos. Em síntese, perguntamos à magistratura federal qual das opções é mais agradável para fins de leitura e análise. Os resultados nos surpreenderam.

Cumprida esta etapa, o VisuLaw retomará agora suas atividades de pesquisa. A partir da próxima semana, aliás, serão abertas as vagas para novos pesquisadores. Em 2021, em suma, o foco será compreender a visão dos juízes e juízas estaduais em relação a elementos visuais em petições, para estabelecer comparativos com a magistratura federal.

Acesse o relatório completo

Explore o material à vontade e compartilhe com quem desejar. Deixe também suas impressões nos comentários. Estamos abertos para sugestões e críticas, pois desejamos aprimorar cada vez mais a pesquisa. Não esqueça de acompanhar novidades do grupo VisuLaw no Instagram (@visu.law). Esperamos, enfim, que aprecie o material completo.

  • Clique AQUI para baixar o relatório de pesquisa.

Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

7 livros essenciais sobre Direito e Inteligência Artificial

Próximo

AGU lança projeto para transformar a linguagem dos documentos jurídicos