Plataforma britânica permite que advogados se expressem de forma visual

Uma startup que ajuda advogados a se expressarem de forma visual levantou US$ 2 milhões durante uma rodada de investimentos. Fundada pelo ex-advogado corporativo Tim Follet, a plataforma britânica StructureFlow permite que profissionais da advocacia elaborem facilmente esquemas visuais (diagramas) para melhor comunicarem suas ideias.

Linguagem visual

Conforme o CEO da startup, grande parte da linguagem adotada pelos advogados é visual, mas normalmente não existem meios para tornar as ideias mais claras. Muitos profissionais são incapazes de contar suas histórias, porque não possuem as ferramentas adequadas para fazê-lo. Foi para solucionar tais dores que Tim Follet fundou a StructureFlow:

Vi que a capacidade de contar uma história em um contexto jurídico era frustrada pela falta de um software para fazê-lo. – Tim Follet

Plataforma britânica focada em diagramas

A solução é focada na elaboração de diagramas. Ao acessar o sistema, o profissional pode arrastar e soltar elementos visuais na tela e vincular todos eles em instantes. Embora seja possível montar esquemas similares no Microsoft Word ou Powerpoint, Follet refere que a StructureFlow é equipada com mais recursos, sendo também mais fácil de manusear.

A solução é focada na elaboração de diagramas

É provável que você goste:

Visual Law: o que pensam os magistrados brasileiros sobre elementos visuais em petições?

Recursos colaborativos

Além de exigir uma quantidade tempo e esforço menor que as ferramentas convencionais, Tim Follet refere que a plataforma oferece recursos colaborativos. Só para ilustrar: um mesmo projeto pode ser acessado por vários membros da equipe de modo simultâneo ou, ainda, ser manuseado por pessoas externas, tais como clientes e fornecedores.

Quando você conversa com as pessoas sobre acordos, pode ver que elas têm uma imagem em seus olhos. Até agora, foi muito difícil capturar essa imagem e mapeá-la em algo que possa ser usado e compartilhado com outras pessoas. – Tim Follet

A plataforma britânica ainda está no começo de sua jornada, comparecendo a eventos para apresentar sua solução a empresas e grupos de investidores, mas acredita que as representações visuais são capazes de aprimorar a comunicação jurídica. Conforme Tim Follet, nunca como hoje foi tão importante “transmitir informações complexas de maneira visual”.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Para escritórios de advocacia australianos, trabalhar remotamente é muito eficaz

Próximo

Advogados do futuro deverão ser também consultores de negócios