Conheça CalcuLaw, a startup que facilita a realização de cálculos jurídicos

Continuo a série de entrevistas com (co)fundadores de lawtechs e legaltechs do Brasil. Na entrevista de hoje, recebi a CalcuLaw, uma plataforma que facilita a realização de cálculos jurídicos, conectando os advogados e setores jurídicos de empresas a uma rede de peritos.

Conversei com o CEO da CalcuLaw, Mauricio Cossich, que contou um pouco sobre a startup e os planos para o futuro.

Conheça, então, mais detalhes da CalcuLaw:

calculaw 01

1. Como surgiu a CalcuLaw?

Em um churrasco de família. Enquanto conversava com o meu tio Francisco Lúcio sobre o seu trabalho de perícia forense, concluímos que documentos judiciais poderiam ser automatizados, e a expertise dos peritos contribuiria com o parecer dos advogados. Então iniciamos um projeto com o Diego, um dos cofundadores, para validar a ideia.

Foi quando recebemos a orientação do atual presidente da OAB Cianorte, André Brianese, sobre um nicho da perícia a ser explorado, no caso cálculo jurídico. Quase simultaneamente, conversamos via LinkedIn com o Bruno Feigelson, cofundador do Sem Processo, e recebemos um feedback positivo sobre o novo rumo a seguirmos, inclusive rascunhamos juntos o nome do que veio a se tornar hoje: a plataforma que conecta peritos contábeis e advogados, chamada Calcu•Law.

2. Quais são os serviços oferecidos pela CalcuLaw?

Nossa plataforma facilita a realização de cálculos jurídicos, conectando os advogados e setores jurídicos de empresas a uma rede de peritos contábeis. Nossos peritos atendem diversas áreas do direito, assim como: trabalhista, cível e previdenciária. Além disso, os cálculos podem ser realizados em qualquer fase processual.

3. Qual o diferencial da Calcu•Law em relação às demais iniciativas que oferecem serviços/produtos similares?

Somos pioneiros no desenvolvimento do Marketplace para cálculo jurídico, visto que podemos facilitar a vida dos advogados, oferecendo agilidade na contratação de peritos. Em síntese, nosso diferencial com relação aos escritórios físicos é que abrangemos o mercado nacional e com isso conseguimos oferecer preços acessíveis e prazos inferiores ao usuário final, pois oferecemos aos peritos a liberdade para trabalharem no conforto de sua casa e fazerem seus próprios horários. Além disso, os advogados podem solicitar nossos serviços em qualquer dia e horário.

O diferencial do Marketplace com relação às plataformas de programas de cálculos é que, a partir da Calcu•Law, os cálculos são realizados por pessoas especializadas, tornando o serviço mais humano, logo racional e dinâmico. Nossos peritos realizam uma análise mais aprofundada e, além do cálculo, realizam o parecer técnico, facilitando ainda mais a interpretação da planilha de cálculos para os advogados.

Leia também:

DOC9 descomplica o controle e gestão de diligências jurídicas

4. A CalcuLaw tem um Propósito Transformador Massivo (MTP)? Se sim, qual?

O nosso propósito é dar mais eficiência ao setor jurídico. Em resumo, só no Brasil temos aproximadamente 1 advogado para cada 200 pessoas e mais de 1 processo trabalhista para cada 4 cidadãos do país.

5. Quem são as pessoas por trás da Calcu•Law?

A Calcu•Law hoje conta com um time de 10 pessoas. Cada uma delas colabora para que a empresa funcione de modo eficaz, sempre buscando simplificar os processos. Cada membro da nossa equipe busca realizar o serviço com qualidade e amor, e isto é essencial, principalmente para a realização de um atendimento humanizado aos nossos clientes. Desse modo, contamos com experiências em: programação, empreendedorismo, marketing, publicidade, direito, perícias judiciais, engenharia e relações sociais. E eu tenho muito orgulho de trabalhar com essa equipe!

6. Quais são os planos da Calcu•Law para os próximos anos?

Considerando que a nossa solução está obtendo sucesso no mercado B2C, com uma boa taxa de crescimento e previsão de expansão neste nicho, iniciamos o aprimoramento da plataforma para crescermos no ramo B2B. Para isso, estamos desenvolvendo um subproduto denominado Calculaw Empresas, o qual atenderá empresas que necessitam de cálculos jurídicos e visam ter controle de seus números, para isso estamos implementando uma dashboard com um BI das informações que interessam para as empresas visando reduzir os custos com passivo trabalhista.

Com isso, as empresas poderão ter maior controle de seus setores e uma visão ampla dos focos de ações trabalhistas, por exemplo, fornecendo uma análise completa com as informações relevantes para cada empresa. Provavelmente ampliaremos os nossos horizontes, agregando em nossa plataforma profissionais específicos que contribuem de forma efetiva na justiça brasileira.

Mas temos em mente que o mercado de startups é muito dinâmico e que o improvável é bem possível.

Lawtechs e legaltechs

Então, já conhecia a CalcuLaw? Deixe seu comentário abaixo!

No mais, continuamos nossa imersão pelo mundo das lawtechs e legaltechs na próxima entrevista!


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no Facebook, Instagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

DOC9 descomplica o controle e gestão de diligências jurídicas

Próximo

Infográficos: como eles podem aprimorar as petições dos advogados