Nova resolução institui laboratório de inovação do STF

Foi recentemente publicada, no Diário da Justiça, a Resolução 708/2020, que institui o Laboratório de Inovação do Supremo Tribunal Federal (Inova STF). A iniciativa, que havia sido antecipada pelo ministro Luiz Fux durante seu discurso de posse como presidente do STF, desenvolverá soluções tecnológicas para aprimorar a prestação jurisdicional.

Laboratório de inovação do STF

Em seu discurso de posse, o ministro Fux anunciou que o STF poderá ser a primeira corte constitucional 100% digital do planeta. O Inova STF foi idealizado para aproximar o tribunal dessa meta, bem como acelerar as entregas no âmbito do STF Digital – a nova plataforma da corte que integra sistemas para melhorar ainda mais os serviços judiciais.

De acordo com a resolução, caberá ao Inova STF modernizar o processo judicial no Tribunal por meio da execução centralizada de iniciativas apoiadas por tecnologias digitais. O documento refere, além disso, que o laboratório ficará responsável pela construção de soluções inovadoras para melhorar o desempenho e a eficiência dos fluxos de trabalho.

laboratório de inovação do STF 01

É provável que você goste:

CNJ publica cartilha sobre Juízo 100% Digital

Design Thinking, Learn Startup e outra smetodologias

Conforme o ministro Fux, o laboratório reunirá pesquisadores, desenvolvedores, estatísticos e juristas. A resolução não menciona todos essas classes de profissionais; mas dispõe que o Inova STF contará com um ambiente de trabalho propício à inovação e com organização física e dinâmica de trabalho modernas e que estimulem o processo criativo.

Em relação às metodologias de trabalho, as iniciativas do laboratório utilizarão técnicas de Design Thinking e Lean Startup. Tais métodos, aliás, serão adotados para definir a solução mais adequada para cada caso. Em seguida virão as etapas de construção e desenvolvimento, que buscarão colocar as soluções validadas em funcionamento.

Íntegra da resolução

Clique AQUI para ler a íntegra da Resolução 708/2020.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Escritórios de advocacia serão mais colaborativos no futuro, afirma especialista

Próximo

TJRR está usando inteligência artificial para automatizar a expedição de mandados