Por que o advogado 4.0 deve compreender o crescimento exponencial?

Escrevo hoje sobre a importância de compreender o crescimento exponencial. Conhecer o conceito, que vem ditando as rédeas dos avanços tecnológicos, é essencial para advogados e advogadas que desejam se destacar no mercado jurídico do futuro.

Mundo linear

Nós, seres humanos, evoluímos em mundo completamente diferente do atual. Durante muitos séculos, nossos ancestrais não conseguiram enxergar além do período de um dia e uma noite. Para que suas vidas não cessassem em um piscar de olhos, nossos antepassados precisavam enfrentar as ameaças mais urgentes, aniquilar os animais selvagens e construir abrigos improvisados.

Na maior parte da história, os seres humanos tiveram uma experiência local e linear. Local, porque tudo o que acontecia em suas vidas costumava estar à distância de um dia de caminhada. Se algo acontecesse em outro lado do planeta, eles não ficariam sabendo. Linear, porque o mundo pouco mudou no decorrer dos séculos ou milênios. A vida de uma geração para outra era praticamente igual.

Como resultado, nós desenvolvemos uma visão intuitiva de mundo similar à forma como nossos antepassados passavam seus dias: improvisando, reagindo no momento em que era necessário e solucionando problemas imediatos para garantir a sobrevivência. Desse modo, à semelhança de nossos ancestrais, nossos cérebros também se adaptaram a uma visão de mundo local e linear.

Mundo exponencial

Hoje, no entanto, vivemos em um mundo global e exponencial. Um universo completamente diverso daquele que nossos cérebros evoluíram para entender. As novas tecnologias estão progredindo em ritmo cada vez mais acelerado. O futuro não está se desenvolvendo de forma local e linear, mas exponencial, o que torna desafiador a todos nós saber o que acontecerá em seguida.

Em resumo, o modo padrão de nossos cérebros é de pensamento linear. Nossas mentes não foram projetadas para processar na escala e na velocidade do mundo de hoje. Logo, como estaremos preparados para este mundo acelerado e dinâmico se ainda estamos acostumados a pensar como nossos ancestrais? Como os profissionais do Direito e, em especial, os advogados, podem se preparar?

Compreender o crescimento exponencial

Acredito que um excelente começo seja compreender o crescimento exponencial, que vem ditando as rédeas dos avanços tecnológicos. Só para ilustrar: ao contrário do crescimento linear, que resulta da adição repetida (1, 2, 3, 4, …) de uma constante (valor fixo que pode ou não ser delimitado), o crescimento exponencial resulta da multiplicação repetida de uma constante (1, 2, 4, 8, …).

O crescimento exponencial parece simples à primeira vista, mas a cada duplicação mostra seu poder explosivo. Enquanto o crescimento linear produz uma linha reta estável ao longo do tempo (simples e de fácil previsão), o crescimento exponencial sobre rapidamente, sem que se consiga prever aonde chegará. O futurista Peter Diamandis ilustra, aliás, o poder do crescimento exponencial:

Se eu dou 30 grandes passos linear – digamos, um metro por passo – a partir de minha sala de estar em Santa Mônica, eu vou parar a 30 metros de distância, ou seja, do outro lado da rua. Se, no entanto, eu der 30 passos exponenciais do mesmo ponto de partida, vou acabar a 1 bilhão de metros de distância, o mesmo que orbitar a terra 26 vezes.

O poder surpreendente e sem intuição do crescimento exponencial pode ser observado no gráfico a seguir (embora o gráfico adote a escala linear, autores renomados como Erik Brynjolfsson e Andrew McAfee sustentam que os gráficos logarítmicos realçam melhor a constância da duplicação ao longo do tempo, sendo, portanto, mais recomendados para ilustrar o crescimento exponencial):

crescimento exponencial 01

O caso Kodak

O modelo de pensamento linear levou a Kodak, uma das empresas mais conhecidas de todos os tempos, a declarar falência em 2012. Nos anos 90, a empresa acreditou que a câmera digital prejudicaria seus negócios, tanto de produtos químicos quanto de papeis fotográficos, e a forçaria a competir contra si mesma. A empresa simplesmente não entendeu o poder do crescimento exponencial.

Em suma, a Kodak não compreendeu que uma câmera gerava fotos de 0,01 megapixels poderia entrar em curva exponencial para fornecer de imagens de alta resolução, dobrando de 0,02 para 0,04, de 0,04 para 0,0,8, etc. Ao ignorar o poder da tecnologia, acabou sendo dominada pelo mercado. Quem levou a melhor na história foi a Instagram, que revolucionou o conceito de fotografia digital.

Mas o que tudo isso tem a ver com o Direito e, em especial, com a advocacia?

É provável que você goste:

A advocacia está passando por duas grandes transformações (e nunca mais será a mesma)

O advogado 4.0 deve compreender o crescimento exponencial

As novas tecnologias estão oferecendo aos advogados novas ferramentas para aprimorar os serviços jurídicos. Como revela o radar da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L), existem centenas de startups oferecendo soluções tecnológicas para aumentar a eficiência das atividades diárias dos profissionais da advocacia. Além disso, o ecossistema continua crescendo.

O fato é que algumas das tecnologias adotadas por lawtechs e legaltechs, como blockchain e inteligência artificial, são exponenciais. Ou seja, elas crescem em ritmo exponencial (e não linear). Significa dizer que, em algum momento do tempo, alguém será capaz de criar uma tecnologia que revolucionará a prática jurídica, assim como o Uber revolucionou a forma como nos locomovemos.

O advogado que compreende o crescimento exponencial tem vantagem competitiva em relação aos demais profissionais. As tecnologias exponenciais, já disponíveis no mercado, são capazes de aprimorar os serviços jurídicos ou mesmo possibilitar a criação de produtos/serviços ainda melhores. Ou você realmente acredita que todas as formas de oferecer serviços jurídicos já foram criadas?

Enfim, o advogado 4.0 que domina o conceito tem mais facilidade de ajudar startups nos processos regulatórios. O profissional que compreende o crescimento exponencial enxerga oportunidades que os outros profissionais não enxergam. Aquele/aquela que frequenta cursos e eventos promovidos pelo ecossistema de inovação expande seu modelo mental para se adaptar ao novo mercado.

Internalizando o crescimento exponencial

O crescimento exponencial é simples de compreender, mas difícil de internalizar. Incorporá-lo exige mais do que vontade e disposição: exige mudança de mentalidade, que não acontece da noite para o dia. O profissional que conhece o conceito já larga a corrida mais preparado para o “novo mundo” do Direito. Já o advogado que domina o crescimento exponencial… este tem o mundo em suas mãos.


Continue explorando o assunto

BRYNJOLFSSON, Erik; MCAFEE, Andrew. A segunda era das máquinas. São Paulo: Alta Books, 2015.

DIAMANDIS, Peter; KOTLER, Steven. Oportunidades exponenciais. São Paulo: Alta Books, 2016.


Quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Então, siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

Conectar leis diretamente às nossas mentes será possível no futuro, sugere professor britânico

Próximo

5 livros essenciais para entender o futuro do Direito