Escritórios de advocacia estavam preparados para o trabalho remoto, revela pesquisa

Recente pesquisa conduzida pela Aderant revelou que os escritórios de advocacia estavam preparados para o trabalho remoto em larga escala, uma realidade agora imposta pela pandemia. O The 2020 Aderant Business of Law and Legal Technology Survey foi conduzido entre os meses de agosto e setembro de 2020 e disponibilizado há poucos dias.

O levantamento contou com a participação de 201 profissionais, sendo mais da metade dos (54%) oriunda de escritórios de advocacia com mais de 200 advogados. O survey foi aplicado pela equipe da Aderant no segundo semestre de 2020. O objetivo, em síntese, foi entender como os escritórios estavam lidando com os desafios da pandemia.

Escritórios estavam preparados para o trabalho remoto

A crise forçou os escritórios de advocacia a enfrentar suas ineficiências e a repensar certas atividades. A mudança para trabalho remoto foi um dos maiores desafios enfrentados durante a pandemia. As conclusões do levantamento da Aderant sugerem, no entanto, que a maioria dos escritórios de advocacia estava preparada para a nova realidade.

O survey revela, em suma, que a maioria dos escritórios de advocacia (92%) estava preparada para o trabalho remoto em larga escala. Mais de um quarto dos participantes (26%) relataram estar “completamente preparados”; dois terços (66%) afirmaram estar “um pouco preparados”; e uma minoria (5%) respondeu estar “completamente despreparada”:

trabalho remoto 01

É provável que você goste:

6 lições aprendidas pelos escritórios de advocacia nos últimos meses

Além disso, os participantes foram questionados se seus escritórios de advocacia planejam investir “mais”, “o mesmo” ou “menos” em sete áreas específicas, nos próximos três a cinco anos. Quase metade dos respondentes (48%) assinalou que pretende investir mais em software e a maioria (70%) afirmou que planeja investir em melhorias de processos:

Desafios de 2020 foram um alerta

O levantamento revela ainda que as ferramentas colaborativas tiveram destaque em 2020, auxiliando a aprimorar a comunicação nos escritórios de advocacia, tanto entre os colegas de trabalho quanto com os clientes. A pesquisa conclui, enfim, que os escritórios de advocacia tiveram êxito em transformar seus negócios durante a pandemia:

Nossa pesquisa de 2020 mostrou que os escritórios de advocacia tiveram um desempenho fenomenal na transformação de seus negócios e na obtenção de uma forte continuidade de negócios durante a pandemia. No entanto, os desafios do ano passado foram um alerta para que as empresas percebessem que as questões de eficiência, melhoria de processos e adoção de tecnologia exigiam maior investimento. – Chris Cartrett (vice-presidente executivo da Aderant)

Clique AQUI para ler a pesquisa na íntegra.


Enfim, quer estar por dentro de tudo que envolve Direito, inovação e novas tecnologias?

Siga-me no FacebookInstagram e LinkedIn e acompanhe conteúdos diários para se manter atualizado.

Bernardo de Azevedo

Advogado, empreendedor, professor e pesquisador de novas tecnologias. Acredita no poder da informação como forma de incentivar as pessoas a promover mudanças.

Anterior

TRT7 adota Visual Law em manual para audiências virtuais

Próximo

Universidade nos EUA está preparando estudantes para o mercado jurídico do futuro